Publicado por: glauciorocha | 12/05/2009

Microsoft Define Cinco Maneiras que vão Fazer o Exchange 2010 mais Rápido e mais Escalável


“O Software está Habilitado para Ler e Escrever 70% mais Rápido que o Exchange 2007.”

A Microsoft Corp. afirmou ontem segunda-feira que a próxima  versão do Software Exchange Server 2010 será capaz de ler e escrever e-mails para o disco 70% mais rápido do que o Exchange 2007, apesar dele usar o mesmo motor de dados (database engine).

No mês passado, a Microsoft lançou a versão beta pública do Exchange 2010, que deve sair até o fim do ano. Na época, ele revelou uma série de funcionalidades para o usuário final concebidas para igualar ou manter o ritmo com a Google Inc. ‘s Gmail.

Na conferência Tech Ed 2009 que está sendo realizado essa semana em Los Angeles, um Desenvolvedor da Microsoft detalhou grandes melhorias para o back-end no Exchange Server 2010. Todos voltados para melhorias de performance e escalabilidade, que há muito tempo tem sido um ponto sensível para os Administradores do Exchange e seus usuários, com a troca do Jet Database Engine, tendo grande parte da culpa.

Vários anos atrás, a Microsoft anunciou um plano de mover o Banco de Dados do Exchange para um SQL Server, mas depois abandonou-a.

Mantendo o Jet Database para o Exchange 2010, a Microsoft mudou o seu esquema de armazenamento tal que a leitura e a escrita de e-mails para o disco será mais suave e menos intenso, de acordo com Ross Smith IV, um arquiteto sênior de tecnologia da Microsoft.

Isso resultará em um 70% de diminuição de I/O em relação ao Exchange 2007 e 90% de melhorias em relação ao Exchange 2003, ele disse.

O Mailbox Store do Exchange 2010 também será capaz de armazenar até 100.000 itens por pasta, passando de 20.000 no Exchange 2007 e 5.000 no Exchange 2003, disse ele.

No Exchange 2007, os servidores podem ser configurados como um dos 5 papéis: hub transport, mailbox role, unified messaging, edge transport e client access.
 
Exchange 2010 ainda tem cinco funções. No entanto, servidores de acesso aos clientes estão sendo "reforçadas", de modo que eles se tornem um verdadeiro meio de comunicação para processar todos os dados rendereizados e tornando a conversão para o Outlook e Outlook Web Access, disse Smith.

Isso vai liberar um servidor de correio do Exchange 2010 para lidar com até 120.000 conexões ativas, contra apenas 12.000 no Exchange 2007, ele disse.

Servidores de Mailbox também irá agora ser capaz de fazer um failover de um Servidor para outro dentro de 30 segundos, comparado aos dois minutos ou mais para o Exchange Server 2007.

Outro novo recurso chamado sombra redundante (Shadow Redundancy) permitirá que duas cópias de uma mensagem de correio eletrônico para ser mantido de modo que os administradores não precisam executar um RAID Backup.

Algumas pequenas empresas e filiais pode executar todos os seus papéis no Exchange 2010 em um único servidor com até 16 núcleos (16 Processor Core). Mas a maioria deve executar múltiplos servidores, por razões de segurança, ele disse.

Servidores executando o papel de acesso a clientes (Client Access) precisarão de pelo menos 8 Núcleos (8 CPU Cores) e 8GB de RAM no Exchange 2010.

Servidores podem ter até 12 núcleos, mas podem ficar com o desempenho mais lento devido ao "processor cross-talk", disse Ross Smith IV.

Abraços,

Glaucio Rocha


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: